A importância do testemunho

Palavra de Deus: Efésios 2:1-10 (capítulo : versículos)

  • O homem torna-se uma nova pessoa, após o batismo;
  • Antes do batismo, o homem está morto, diante de Deus, morto em suas obras e no seu mal viver, porque não havia quem lhe desse vida;
  • Morto significa a vida no mundo, vida em pecado;
  • Deus é riquíssimo em misericórdia e por todo amor que sente por nós, nos vivificou, ou seja, trouxe vida para o que estava morto;
  • Quando cremos e somos batizados, morremos e somos vivificados para sermos novas criaturas com sentimento de Deus, obras do espirito de Deus em nossa vida;
  • Quando a graça chegou, o velho homem morto se torna uma nova criatura para servir a Deus em novidade de vida, as obras que praticava não pratica mais. A ira, contenda, vingança, desejo de se virar contra as pessoas, acaba, para nascer o amor, o perdão, a misericórdia, a bondade, a fidelidade, prazer em fazer o que é bom. Tudo que fazia de mal, morre para nascer o que é bom;
  • A nossa salvação é Cristo e é Ele que nos salva;
  • O crente não se assenta em rodas de escarnecedores, pecado, malícias, vingança, ódio, crime, vícios, drogas, roubo, trapaça. Ele é nova criatura, ou seja, nova pessoa;
  • Deus deu um compromisso, incumbência para cada um de nós, para mostrarmos aos séculos vindouros e para aqueles que querem se salvar, as abundantes riquezas de sua graça, por isso a importância do bom testemunho e da santa maneira de ser;
  • O nosso ser ilumina a vida deles e eles entendem que Deus está em nossas vidas, mas se nós falharmos nos testemunhos, tornamos um tropeço;
  • As pessoas se convertem pelo que falamos, pelo comportamento, pelas obras, pelo procedimento, pela maneira de ser um crente no local de trabalho, entre outros lugares;
  • Falar da graça é maravilhoso, mas mostrar com obras é mais maravilhoso ainda;
  • Vamos caprichar nas nossas obras, mostremos aos séculos vindouros as abundantes riqueza da graça de Deus;
  • Pedro negou ao Senhor Jesus e sofreu, se abateu, mas o Senhor teve misericórdia e lhe perdoou. Se alguém errou, o Senhor nos diz que a misericórdia pode aparecer;
  • Mostramos de diversas maneiras que Deus está em nós. Exemplo: Casal que vive bem e trata bem seus filhos e todos ao redor reparam, isso é uma forma de testemunho. Outras maneiras é o nosso proceder, convívio com as pessoas, comportamento;
  • Cuidemos, não desanimemos e muito menos andemos na vontade da carne. A carne tem que aguentar, se quisermos a salvação.

Para assistir ao culto, clique aqui.

Qual a lição de casa que o Senhor lhe deu nesse culto? Que reflexão teve?

Para mim a reflexão principal desse culto é o esforço em não se entregar para as vontades da carne (corpo físico), porque acredito que prejudica absolutamente tudo em nossas vidas, desde as relações com as pessoas até o desenvolvimento espiritual, mas principalmente desagrada a Deus. 

Digo isso, porque já me entreguei e me deixei levar milhares de vezes pelos desejos, vontades da minha carne até por preguiça de questionar mais. 

Ouço muito falarem sobre a importância do equilíbrio entre a carne e o espírito, mas o meu desejo é que minha alma governe sobre minha carne. Tenho me esforçado um pouquinho a cada dia, para que isso aconteça, tenho fé que vai acontecer. 

Um dia estava sentada no sofá refletindo sobre a vida, comecei a pensar sobre essa questão da carne e espirito, me senti extremamente cansada de ser comandada pelas vontades da minha carne e incomodada por não conhecer a voz da minha alma. Dessa reflexão até surgiu da minha mente espiritual uma musiquinha (rs), quem sabe um dia tenho coragem de escrevê-la aqui... Nesse dia, decidi que começaria a me esforçar para não me entregar aos desejos da minha mente/corpo físico.

É interessante que quando mudamos nossa forma de pensar, começamos a atrair novas coisas, não sei como caí em um vídeo sobre banho natural, já havia visto um documentário sobre os benefícios do banho natural, mas rejeitei completamente, porque não queria abandonar o banho quente, porém minha reação ao ver esse vídeo foi totalmente diferente, me senti aberta e principalmente determinada a experimentar. 

Sempre amei banho quente ao ponto de queimar resistências e derrubar disjuntor. Então, decidi começar devagar, iniciei com banhos mornos e fiquei por algumas semanas com essa temperatura, quando começou a ficar confortável, mudei para o frio. Todos os dias até hoje é uma luta mental para mudar para o quente ou morno, mas graças a Deus, a minha alma tem vencido. 

Nas últimas semanas foi mais fácil, devido ao calor, mas quando penso no inverno minha mente já começa dizer que vou fracassar. Quando esses pensamentos surgem, procuro afastá-los, afinal o Senhor Jesus nos diz para viver um dia de cada vez, aproveitar o momento presente e não andarmos ansiosos por coisa alguma 🙂

Já ando fazendo mais coisas para aprender controlar as vontades da minha carne, mas vai ficar para um outro post.

Reflita sobre esse culto, depois avalie-se, questione-se: 
Onde posso estar errando? Qual parte da exaltação da palavra de Deus que senti que estou falhando? 
E parta para ação: O que posso fazer para procurar corrigir essa falha?

Jamais esqueça que sozinho você não é capaz de nada, mas com Deus tudo é possível 🙂
Tomar banho natural não é mérito meu, mas de Deus, que tem me dado forças.

Leia/Releia todo o capítulo, procure ler a Bíblia Sagrada.

Deus abençoe!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s